Fantasporto. O cinema internacional está de regresso

0
12

É já no dia 20 de fevereiro que arranca a 38ª edição do Festival Internacional de Cinema Fantasporto, apesar das dificuldades de financiamento.

Numa conferência de imprensa marcada pelo tom amargo com que os diretores Beatriz Pacheco Pereira e Mário Dorminsky falaram do orçamento disponível para a edição deste ano do Fantasporto, estes responsáveis puderam apesar disso apresentar um programa que mantém a dimensão e a qualidade que os espetadores se habituaram a esperar deste evento.

Tendo como temática a “ética”, a edição deste ano do “Fantas” terá início no dia 20 com Marrowbone, de Sérgio Sanchez. Já a competição começará no dia 23, com a exibição de Anna Karenina: Vronsky’s Story, de Karen Shakhnazarov, um realizador que já foi distinguido no festival em anos anteriores.

Na edição 2018 do Fantasporto vais também poder assistir a três antestreias mundiais de filmes portugueses. A apresentação de Uma Vida Sublime, de Luís Diogo, acontece às 19 horas de 25 de fevereiro, Doutores Palhaços, de Bernardo Lopes e Helder Faria, é exibido às 15h30 de 3 de março, e Aparição, de Fernando Vendrell (a partir do romance com o mesmo nome de Vergílio Ferreira), passa às 19 horas de 1 de março.

O festival vai ainda homenagear Lauro António ao projetar a sua primeira longa-metragem – Manhã Submersa -, no dia 3 de março às 18h30, vai realizar uma retrospetiva do realizador de Taiwan Chang Tso-Chi e uma mostra de “Taiwan B-Movies” dos anos 70 e 80, e contará com oito universidades e escolas de cinema, no prémio de Cinema Português.

[Foto: Organização]

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here