Animar 13. Uma exposição que junta a realidade e a imaginação

0
9

Em Portugal, o cinema de animação e o documentário estão intimamente ligados. É essa relação que dá origem à exposição Animar 13, que cruza os universos do real e do imaginado, num programa para toda a família.

Inaugurada no fim de semana passado na Solar – Galeria de Arte Cinemática, em Vila do Conde, a Animar 13 quer mostrar-te vários filmes de animação sem os projetar. Confuso? Nada disso. Esta é uma exposição que procura desvendar o conceito, a investigação e os documentos usados para produzir cada uma dessas películas.

Água Mole, de Alexandra Ramires e Laura Gonçalves, Pronto, Era Assim, de Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues, Surpresa, de Paulo Patrício e A Praia, de Pedro Neves são os filmes em destaque na Animar 13, e através deles vais ser convidad@ a passar para trás das câmaras e a descobrir o imaginário, a estética e as técnicas usadas para os fazer.
Vais poder perceber como se faz uma história animada, e conhecer os adereços, as personagens, os cenários, os figurinos, os desenhos e até algumas sequências destes filmes.

Na Animar 13 vais encontrar também uma sala de atividades educativas inspiradas pelo imaginário do cinema de animação, com ilustrações de Marta Monteiro a colorir o espaço e um conjunto de ateliês para famílias a decorrer. Oficinas de iniciação ao cinema e workshops de iniciação à banda desenhada e às técnicas de impressão são alguns dos exemplos.

Paralelamente a tudo isto, há um filme que poderás ver do princípio ao fim. Trata-se do mais recente trabalho de Thierry Frémaux, Lumière!: A Aventura Começa, um documentário que reúne excertos de cópias restauradas dos irmãos Lumière, com imagens raras que te vão transportar para as origens do cinema.

A Animar 13 decorre até ao dia 20 de maio, e tem entrada gratuita.

[Foto: Divulgação]

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here